Descubra seu perfil

Você é um investidor a médio ou longo prazo? Gosta de correr riscos em prol da lucratividade?

Descubra aqui qual título é o mais indicado para você.

Uma das principais vantagens do Tesouro Direto é a possibilidade do investidor montar sua carteira de acordo com os seus objetivos, adequando prazos de vencimento e indexadores às suas necessidades.

Entre os títulos públicos ofertados, o investidor deve escolher aqueles cujas características sejam compatíveis com o seu perfil. Há títulos de curto, médio e longo prazo; e indexados a índices de inflação, taxa Selic ou prefixados. A seguir, explicamos as características dos títulos ofertados no Tesouro Direto:

LTN: Letras do Tesouro Nacional

Por se tratar de título prefixado, o investidor sabe exatamente o retorno do título se carregá-lo até a data de vencimento.

Características:

• O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;

• O investidor sabe exatamente o valor bruto, em reais, a ser recebido por unidade de título na data de vencimento (R$ 1.000,00):

• Tem fluxo simples: uma aplicação e um resgate;

• Maior disponibilidade de vencimentos para a negociação no Tesouro Direto;

• Indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia naquele mesmo prazo do título.

Entenda o funcionamento do mercado de títulos públicos

NTN-F: Notas do Tesouro Nacional – Série F

A NTN-F é um título prefixado, como a LTN, então o investidor sabe exatamente o retorno do título se carregá-lo até a data de vencimento. Entretanto, no caso da NTN-F, o investidor recebe um fluxo de cupons semestrais de juros, o que pode possibilitar aumento de liquidez e reinvestimentos.

Características:

• O investidor sabe exatamente a rentabilidade a ser recebida até a data de vencimento;

• O investidor sabe exatamente o valor bruto a ser recebido por unidade de título na data de vencimento (R$ 1.000,00);

• Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos a cada seis meses (cupons de juros) a uma taxa de juros pré-definida antes do vencimento do título;

• Indicado para o investidor que acredita que a taxa prefixada será maior que a taxa de juros básica da economia.

Entenda o funcionamento do mercado de títulos públicos

NTN-B: Notas do Tesouro Nacional – Série B

Permite ao investidor obter rentabilidade em termos reais, mantendo seu poder de compra ao longo do tempo, se protegendo de flutuações do IPCA. Além disso, o investidor recebe um fluxo de cupons semestrais de juros, o que aumenta a liquidez possibilitando reinvestimentos.

Características:

• Proporciona rentabilidade real;

• Indicado para o investidor que deseja obter um fluxo de rendimentos periódicos (cupons semestrais);

• Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;

• Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos, inclusive para aposentadoria, compra de casa e outros.

Entenda o funcionamento do mercado de títulos públicos

NTN-B Principal

É um título semelhante à NTN-B, ou seja, permite ao investidor obter rentabilidade em termos reais, mantendo seu poder de compra ao longo do tempo, se protegendo de flutuações do IPCA, porém não oferece cupons semestrais de juros ao investidor.

Características:

• Proporciona rentabilidade real;

• Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA;

• Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos, inclusive para aposentadoria, compra de casa própria, etc;

• Fluxo simples: uma aplicação e um resgate;

• Traz mais conforto ao investidor, pois suprime a preocupação e o trabalho necessários ao reinvestimento, e reduz o custo de transação;

• Formação de preços simplificada, com metodologia de cálculo mais fácil para o investidor em relação NTN-B que paga cupom de juros semestral.

Entenda o funcionamento do mercado de títulos públicos

LFT: Letras Financeiras do Tesouro

Características:

• Indicado para o investidor que deseja uma rentabilidade pós-fixada indexada à taxa de juros da economia (Selic);

• Fluxo simples: uma aplicação e um resgate.

Entenda o funcionamento do mercado de títulos públicos