Necessidade de Financiamento e Metas para 2016

As necessidades de financiamento projetadas para 2016, cujo montante reflete os vencimentos da dívida do Governo Federal em mercado, são as seguintes:

 

Necessidades de Financiamento para 2016
 

 

 

O Tesouro Nacional provê ao público referência quantitativa de sua atuação por meio do estabelecimento de metas para os principais indicadores da Dívida Pública Federal ao final do ano, em termos de montante, composição e estrutura de vencimentos. Estas metas são explicitadas sob a forma de limites mínimos e máximos, sinalizando elementos importantes do planejamento da gestão da dívida sem, contudo, perder a flexibilidade para efetuar ajustes em sua execução diante de mudanças no cenário macroeconômico ou nas condições do mercado de títulos públicos.

Considerando a necessidade e a estratégia de financiamento traçadas para 2016, as metas almejadas para os principais indicadores da Dívida Pública Federal são:

 

Metas para a Dívida Pública Federal em 2016
 


 

* O Tesouro Nacional divulga a estatística "vida média" exclusivamente para fins de comparabilidade internacional, e representa a vida média residual dos títulos em mercado. As metas são estabelecidas apenas para o indicador "prazo médio", que entendemos ser o indicador mais correto do ponto de vista de gerenciamento de risco de refinanciamento.

** Na última linha do quadro, o % de Amortização em 12 meses é apresentado em consonância à definição de vida média, tanto por não considerar os cupons intermediários de juros quanto pelo fato de os fluxos de principal não serem trazidos a valor presente. A série histórica deste indicador ainda está em processo de elaboração.

Para mais informações sobre a necessidade de financiamento, os resultados esperados e a estratégia de financiamento para 2016 consulte o Plano Anual de Financiamento.