Programa de Resgate Antecipado

Em 2006, o Tesouro Nacional implantou o Programa de Resgate Antecipado de títulos da Dívida Externa, que consiste na recompra de títulos da dívida soberana no mercado externo. O Programa de Resgate Antecipado é um importante instrumento de gerenciamento do passivo externo e permite ao Tesouro Nacional, por meio de uma atuação pontual e oportuna, aprimorar a curva de juros externa e direcionar a liquidez do mercado para os títulos de referência (benchmarks).

O Programa foi inicialmente desenhado para diminuir a concentração de vencimentos de curto prazo, reduzindo assim o risco de refinanciamento e aumentando o prazo médio da Dívida Pública Federal externa. Entretanto, a partir de 2007 o Programa passou a buscar o aprimoramento da curva de juros externa por meio da redução do estoque de títulos que não representam o atual custo de financiamento da República. Como resultado, obteve-se uma curva soberana mais eficiente, com a liquidez relativamente concentrada nos pontos de referência. A consequência natural foi uma maior previsibilidade no serviço da Dívida Pública Federal, levando à diminuição dos riscos de refinanciamento.

Resultados do Programa de Resgate Antecipado

Os resultados do Programa do Resgate Antecipado são divulgados bimestralmente no Relatório Mensal da Dívida Pública Federal.